quarta-feira, 7 de agosto de 2013

“Sou uma céptica que crê em tudo,

 uma desiludida cheia de ilusões, uma revoltada que aceita, sorridente, todo o mal da vida, uma indiferente a transbordar de ternura. Grave e metódica até à mania, atenta a todas as subtilezas de um raciocínio claro e lúcido, não deixo, no entanto, de ser um D. Quixote fêmea a combater moinhos de vento, quimérica e fantástica, sempre enganada e sempre a pedir novas mentiras à vida, num dar de mim própria que não acaba, que não desfalece, que não cansa”.

~Florbela Espanca~

11 comentários:

Rui Pascoal disse...

Isso era a Florbela...
Quem somos nós ao pé dela?
:)

flor de cristal disse...

Rui, hoje li tanta coisa desta linda mulher que é difícil não se apaixonar. Ela era incrível!!

Obrigada sempre por estar aqui meu querido amigo!

Bjinhos e ótima tarde!!

flor de cristal

Raimundo Freire disse...

Florbela, essa poetisa portuguesa que nos arrebata com sua intensidade, tenho todos os livros dela; é a minha poetisa número um de todos os tempos. Poetisa da verdade, da dor, do ciúme dos amores impossíveis, irrealizáveis, mas sobretudo, viscerais. Parabéns Flor de Cristal por sua sensibilidade e bom gosto em divulgá-la.

flor de cristal disse...

Raimundo, nem sei o que dizer desta mulher tão sofrida por amar demais. Eu que pensava que a conhecia hoje deparei com sua história de vida que mexeu com meu coração em demasia. Tive vontade de publicar tudo dela aqui e escolher foi difícil, sabe? Uma poesia que adorei e vou publicar no meu Facebook é esta aqui, leia.

Amar! – Florbela Espanca

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente...
Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!
Há uma primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

E se um dia hei de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...

UAU!!! quase desmaie quando li pq é belíssima!!

Beijo carinhoso!

PS. Obrigada pelo carinho, vc é muito gentil.



flor de cristal disse...

Ops!! Raimundo é claro que vc já leu esta poesia...( sou muito distraída, defeito de fabricação) Pisc*

Bjinhos da flor!

Sattine Rouge disse...

Amora linda do Meu Coração...
Então, recados recebidos, prometo que respondo os e-mails assim que possível, "eu tenho tanto pra te falar... que com palavras não sei dizer", bem assim! *rs
Aaai enfim aluada total, correria, preguiça e outras cousas que falo em particular... *rs
Eu passei aqui no post anterior, espero que a pessoa querida do teu coração ali relatada, seja eu mesma! Hahaha...
Olha eu amo Florbela, loucamente!
Ela é tudo, quando a descobri alucinei total, tenho muito material dela, cada coisinha especial, tenho umas cartas de próprio punho, que encontrei na net, enfim... lindos e preciosos guardados. Sei que estou ausente de pessoas especiais como você, e não vou me prolongar porque são muitos os poréns...
Depois volto!
Ps.: Blog parado, ainda. *rs

Tu moras nos melhores dos meus pensamentos e sentimentos.
Torço por Ti.

Beijão!

flor de cristal disse...

Vc é a pessoa mais antipática que já conheci por aqui, cruzcredoDeus melivre, assim mesmo tudo junto e misturadinho. (Isso é para vc dar rizada, tá)
Não posso crer que A.I.N.D.A vc está cheia de mequetrefes para voltar a postar no blog. Acho que já é caso de internação não vejo outra alternativa, Jususcristinho!
Quero saber tudinho, me conte aqui, por E-mail ou Facebook, sei lá invente, mas não nos deixe aqui esperando, moça bonita.

Não tenho mais nada a dizer desta alucinada e maravilhosa de nome Florbela. Estou de quatro de tanto que li e confesso me desorientei um pouco(mais?):)) Fiz postagem dela aqui, no Face e tbm no Google+ pra vc ver o tamanho da piração...rsrsrs Mas apesar disso, vou bem obrigada!

Então ficamos combinado assim, eu te visito e vc me visita e nesse lero-lero nossa amizade espalha por ai, né não?

Sim, vc é aquele querida do coração relatada lá...rsrs

Beijão grande e pare de graça e volte, tá?

flor de cristal

Amor A Base de Tudo disse...

Fantástico! Adoro os poemas da Florbela.O que mais gosto é esse que vc escreveu Amar.Eles fazem parte da minha vida, sou apaixonada por leituras,e tudo o que nos faz sonhar,e se sentir melhor e esses poemas nos fazem ir além!

Bjsss parabéns pela escolha do poema.

flor de cristal disse...

Amoreco, existem poetas que deixa rastros por onde passam, elas iluminam tanto que parece estrela cadente. A Florbela será sempre uma das melhores de todos os tempos.

Beijos carinhosos!
flor de cristal

Sattine Rouge disse...

Minha Linda e Preciosa Flor...
Suas palavras, carinho, amizade, presença... enfim tudo que tu me ofertas é recebido por mim com muita gratidão e carinho, porque tu sabes quão especial é o teu lugar aqui comigo.
Amo ler tuas palavras que sempre acalentam o meu coração e me transmitem paz.
Muito obrigada por estar sempre presente, mesmo estando longe, mas... o que é a distância para quem tem um coração? *rs

Adoro-te sempre.

Super Beijão!

flor de cristal disse...

Tudo que se faz de coração soa verdade, simples assim. Nunca quero ter uma amizade por ter pq mesmo que eu não te conheça pessoalmente eu levo a sério a amizade virtual(?). Eu acredito nas pessoas e isso me basta, sabe? E nós duas temos tanta a proximidade de carinho e respeito mutuo que ficou fácil gostarmos uma da outra vc não acha minha amiga?

Então tim, tim para nossa amizade!

Beijos carinhosos!
flor de cristal