terça-feira, 4 de junho de 2013

Cânticos dos Cânticos

Tela Gustave Courbet -1866

 "Quão belos são os teus pés nas sandálias que trazes, ó filha de príncipe! As colunas das tuas pernas são como anéis trabalhados por mãos de artista. o teu umbigo é uma taça arredondada, que nunca está desprovida de vinho. O teu ventre é como um monte de trigo cercado de lírios. Os teus dois seios são como dois filhinhos gêmeos duma gazela. O teu pescoço é como uma torre de marfim. Os teus olhos são como as piscinas de Hesebon, que estão situadas junto da porta de Bat-Rabim. O teu nariz é como a torre do Líbano, que olha para Damasco. A tua cabeça levanta-se como o monte Carmelo; os cabelos da tua cabeça são como a púrpura um rei ficou preso às suas madeixas. Quão formosa e encantadora és, meu amor, minhas delícias! A tua figura é semelhante a uma palmeira. Eu disse. Subirei à palmeira, e colherei os seus frutos. Os teus seios serão, para mim, como cachos de uvas, e o perfume da tua boca como o das maçãs."

Salomão - (da Bíblia, Velho Testamento)

4 comentários:

Mister Ménage disse...

eu te provoco de lá e vc me provoca daqui... a sua forma poética me deixa com um tesão especial...
beijos para flor de cristal!

Sophysticada disse...

Floriznha!

Q belo esse texto!

Adorei

Bjooo

flor de cristal disse...

Eu não tenho culpa de nada. Quem escreve é que tem culpa por me seduzir quando os leio...rsrs

Agora vc não faz de sacanagem mesmo...rsrsrs

Bom te ler viu MM?

Bjkas!

flor de cristal disse...

Sophys é belo demais vc tem toda razão.

Imagine alguém recitando estas delicias de versos no seu ouvido...eu morreria de prazer...rsrs

Que me perdoe a dona Bíblia!

Bjão fofura!

flor de cristal