quarta-feira, 9 de junho de 2010

My Lord,


”Há em você alguma coisa de mim.
Alguma coisa que eu vejo e me acalma.
Como se eu pudesse deitar
de novo no lugar de onde vim, pois só você sabe que lugar é esse.
Então você me entende...
E eu não me entendo tanto quanto entendo de ti.
Talvez isso seja amor.
Talvez não.
Seja lá o que for, é incondicional.”

(F. Young)

Nenhum comentário: